Pesquisar no glossário por:

Termo
Definição
Multi Zone
É um recurso dos reveivers de enviar uma segunda fonte de sinal para alto-falantes ou até mesmo outro sistema de som em outro ambiente.
Disjuntor
É um dispositivo eletromecânico, que funciona como um interruptor automático, destinado a proteger uma determinada instalação elétrica contra possíveis danos causados por curto-circuitos e sobrecargas elétricas. A sua função básica é a de detectar uma falha na corrente elétrica, interrompendo-a imediatamente antes que os seus efeitos térmicos e mecânicos possam causar danos à instalação elétrica protegida.
Lentes polarizadas
Filtram apenas ondas de luz que são alinhadas na mesma direção. Num par de óculos 3-D, cada lente é polarizada de forma diferente. Em alguns óculos, existe uma diferença de 90 graus na polarização. Outros utilizam diferentes alinhamentos de polarização circular. A tela é especialmente desenvolvida para manter a polarização correta quando a luz do projetor é refletida.
Iluminação sem fio
É um recurso muito utilizado em automação residencial (domótica). Basicamente, utiliza uma tecnologia sem fio que dispensa o uso de fios elétricos para controlar lâmpadas à distância ou fazer o controle de iluminação. A grande vantagem reside no fato de dispensar o uso de tubulações embutidas em paredes para permitir comandar lâmpadas e outros aparelhos à distância. Isto facilita não só as reformas como também obras novas. As vantagens obtidas com esta tecnologia são inúmeras comparando com soluções tradicionais que utilizam fiação embutida em paredes e interruptores elétricos para comandar lâmpadas e dispositivos elétricos. Entre elas de destacam a facilidade de instalação ao eliminar muitos fios, conveniência no uso de controles remotos e segurança, ao permitir que o usuário controle as luzes à distância sem precisar se deslocar até um interruptor. O conceito de iluminação flexível advém da possibilidade de usar um sistema de iluminação sem fio que permite facilmente mudar a programação, acrescentar mais pontos de controle e até viabilizar um eficiente sistema de controle de cenários de iluminação.
Controle de iluminação
Um sistema de controle de iluminação consiste em um equipamento, tipicamente constituído de um processador embutido ou computador industrial, que controla luzes elétricas em construções ou residências. Sistemas de controle de iluminação usualmente incluem um ou mais painéis de controle (keypads) ou interfaces de toque (touchscreen). Estas interfaces permitem ao usuário ligar e desligar as luzes bem como dimerizar e programar diferentes níveis (cenas de iluminação). A maior vantagem de um sistema de controle de iluminação em relação a um sistema elétrico convencional é a habilidade de controlar qualquer luz de qualquer interface e ainda poder controlar cenários de iluminação. Por exemplo, um painel touchscreen pode permitir ao usuário controlar qualquer luz do projeto, não apenas a sala em que se encontra. Na realidade, qualquer luz pode ser controlada de qualquer localização. Com os cenários de iluminação é possível controlar várias luzes com um mesmo acionamento. Adicionalmente, sistemas de controle de iluminação providenciam a habilidade de automaticamente iniciar eventos baseados em programações tais como: Tempo real (hora do dia) Tempo astronômico (nascer do sol/pôr do sol) Presença em um ambiente Eventos Condições do alarme Lógica condicional
Efeito Screen door
O screen-door effect ou Fixed-pattern noise (FPN) é um efeito visual da tecnologia de projeção usada em projetores digitais, onde as linhas que separam os pixels do projetor se tornam visíveis na imagem projetada. Isto resulta numa imagem que parece ser projetada através de uma tela de mosquiteiro, aparecendo de forma retangular ou hexagonal.
Resolução 8k4k
a tela é capaz de mostrar imagens com resolução de até 7.680 por 4.320 pixels. Isso significa quase quatro vezes mais resolução do que um televisor Full HD (1920 por 1080).
AutoCAD
É um software do tipo CAD — computer aided design ou desenho auxiliado por computador - criado e comercializado pela Autodesk, Inc. desde 1982. É utilizado principalmente para a elaboração de peças de desenho técnico em duas dimensões (2D) e para criação de modelos tridimensionais (3D). Além dos desenhos técnicos, o software vem disponibilizando, em suas versões mais recentes, vários recursos para visualização em diversos formatos. É amplamente utilizado em arquitetura, design de interiores, engenharia mecânica, engenharia geográfica , engenharia elétrica e em vários outros ramos da indústria. O AutoCAD é atualmente disponibilizado em versões para o sistema operacional Microsoft Windows e Mac OS, embora já tenham sido comercializadas versões para UNIX. A partir da versão R14 (publicada em 1997) potencializa a expansão de sua funcionalidade por meio da adição de módulos específicos para desenho arquitetônico, SIG, controle de materiais, etc. Outra característica marcante do AutoCAD é o uso de uma linguagem consolidada de scripts, conhecida como AutoLISP (derivado da linguagem LISP) ou uma variação do Visual Basic.
Desenho arquitetônico
É, em um sentido estrito, uma especialização do desenho técnico normatizado voltada à execução e a representação de projetos de arquitetura. Em uma perspectiva mais ampla, porém, o desenho de arquitetura poderia ser encarado como todo o conjunto de registros gráficos produzidos por arquitetos ou outros profissionais durante ou não o processo de projeto arquitetônico.
TV Aberta
No país, os cidadãos têm disponível gratuitamente as frequências VHF, UHF e o sinal digital para transmissão e recepção de canais de televisão.Os canais abertos são autorizados a operar pelo Governo Federal que autoriza as concessões de televisão aberta no Brasil.